A Trilha da Metamorfose

Ir em baixo

A Trilha da Metamorfose

Mensagem  Papa Zulu em Sab Jan 19, 2013 1:57 pm

Apelido: Metamorfistas

Crenças Básicas: O mundo é feito de cadeias evolutivas. Os animais estão abaixo dos humanos, que estão abaixo dos Membros, que por sua vez estão abaixo de algum coisa. Os metafísicos e arcanos do clã Tzimisce seguem esta Trilha, que se concentra em definir e alcançar o estado que ultrapassa a maldição do vampirismo. Mencionando o seu uso da Disciplina transformadora da Vicissitude, os Tzimisce acreditam ter o poder de transcender as restrições da carne. Ouvindo-se os Demônios Metamorfistas falarem, porém, apreende-se a verdadeira monstruosidade da sua filosofia; eles acreditam que o próximo degrau é um estado semelhante a uma apoteose e farão qualquer coisa - qualquer coisa - para atingi-lo.

Alguns Metamorfistas acreditam que sua ideologia está intimamente relacionada aos conceitos dos magos enigmáticos. Embora seus métodos sejam diferentes - a Trilha da Metamorfose inclina-se muito na direção da passagem da vida para a não-vida e além - parece que os dois grupos buscam um tipo de "ascensão" sobrenatural.

Os Tzimisce são caracteristicamente meticulosos em seus estudos sobre os ideais desta Trilha. Coordenando suas experiências com criaturas vivas, mortas-vivas e mortas (bem como com outras curiosidades com que se deparem, como lobisomens ou espíritos errantes), os Demônios elaboraram teorias complexas a respeito de qual, exatamente, é o próximo degrau da transcendência vampírica. Mas, os solitários e desconfiados Tzimisce raramente compartilham suas anotações e, com isso, a Trilha sofre limitações já que cada seguidor passa uma boa parte da sua não-vida aprendendo os rudimentos que outros Membros já desvendaram.

A ETICA DA TRILHA

• Aprender as características de todos os estágios da vida e da morte.

• Ninguém deve se preocupar muito com os mortais - eles estão um degrau abaixo dos vampiros.

• Não compartilhar conhecimentos com ninguém, já que eles são valiosos demais para confiá-los a criaturas imperfeitas como eles próprios.

• Incitar a Besta e renegá-la; a verdadeira compreensão da não-vida exige uma ampla gama de experiências.

• Não levar em consideração as necessidades ou desejos de outros, já que a sua falta de introspecção é capaz de distrair o intelecto mais incisivo.

VlRTUDES

Os vampiros da Trilha da Metamorfose adotam as virtudes da Convicção e do Instinto.

HISTÓRIA

Os Tzimisce pesquisaram essa Trilha à sua maneira solitária durante, literalmente, milhares de anos. Os Tzimisce sempre foram criaturas de um tremendo potencial místico; e os seguidores desta Trilha procuram explorar esse potencial. Os seguidores dessa Trilha relacionam-se muito pouco com o mundo exterior e muitos associam esse fato ao inexorável declínio do próprio clã.

PRÁTICAS ATUAIS

A maioria dos Metamorfistas alega filiação ao Sabá, mas seus protestos de simpatia são mais da boca para fora, já que estão envolvidos em objetivos mais esotéricos. Na realidade, esta Trilha antecede em muito o surgimento de qualquer seita e os Membros que se comprometem com ela adotam credos e preceitos muito mais antigos do que as noções politiqueiras dos Membros.

DESCRIÇÃO DOS SEGUIDORES

Os seguidores da Trilha da Metamorfose são realmente algumas das criaturas mais estranhas que qualquer Membro esperaria (ou teria a infelicidade de) encontrar. Os Metamorfistas são frios, totalmente inumanos e rigorosamente científicos. Suas preocupações são mais metafísicas do que éticas propriamente, e é exatamente essa estrutura mental que leva muitos a acreditarem que os Metamorfistas tenham, literalmente, começado a se transformar em alguma coisa diferente.

Alguns levam isso um passo adiante, alterando sua forma de várias maneiras, ao ponto de não pertencerem a um gênero reconhecível ou sequer remotamente humano.

PARA SEGUIR ESTA TRILHA

Os Metamorfistas realizam todo tipo de experiências bizarras, a maioria das quais acontece longe das vistas alheias. É uma filosofia distante e solitária, afastada de quaisquer necessidades que não se relacionem com o próprio sustento. Os seguidores não devem dar a menor importância àqueles que os cercam, existindo exclusivamente em função de seus próprios objetivos.

Habilidades Comuns: Esta Trilha preocupa-se quase que exclusivamente com Conhecimentos, sobretudo os de Ocultismo, Medicina e Ciência. Muitos Metamorfistas também perseguem Conhecimentos mais específicos como Filosofia, Teologia e variadas culturas sobrenaturais na esperança de desvendar segredos inexplorados em campos mais amplos de estudos.

Disciplinas Preferidas: Os Tzimisce Metamorfistas dão atenção preferencial a seus poderes exclusivos de Vicissitude. A Taumaturgia e os Auspícios são, também, muito prezados.

HIERARQUIA DOS PECADOS DA TRILHA DA METAMORFOSE

Valor: 10
Orientação Moral: Adiar urna refeição quando faminto.
Base Racional: A fome provoca distração.

Valor: 9
Orientação Moral: Entregar-se ao prazer.
Base Racional: O hedonismo o impede de atingir metas maiores.

Valor: 8
Orientação Moral: Implorar a alguém por conhecimento.
Base Racional: As lições de Metamorfose são segredos a serem desvendados, não copiados.

Valor: 7
Orientação Moral: Compartilhar conhecimento com outros.
Base Racional: O conhecimento deve ser adquirido, não somente ilustrado.

Valor: 6
Orientação Moral: Recusar-se a matar quando se pode obter conhecimento com isso.
Base Racional: Antes de suplantar a morte, o Metamorfista precisa compreender o fenômeno.

Valor: 5
Orientação Moral: Falhar em resistir a um frenesi.
Base Racional: Um vampiro precisa conhecer a Besta antes de transcendê-la.

Valor: 4
Orientação Moral: Considerar necessidades alheias.
Base Racional: Aqueles que não podem ser importunados para alcançar a Metamorfose estão abaixo da consideração.

Valor: 3
Orientação Moral: Falhar em experimentar, mesmo correndo riscos
Base Racional: A Trilha só pode ser compreendida por meio de pesquisa empírica.

Valor: 2
Orientação Moral: Negligenciar em alterar o próprio corpo.
Base Racional: A alteração física precisa ser atingida antes de qualquer metamorfose mais significativa.

Valor: 1
Orientação Moral: Exibir compaixão pêlos outros.
Base Racional: A sina dos outros o arrasta à degeneração, não à transcendência.
avatar
Papa Zulu

Mensagens : 163
Data de inscrição : 23/12/2012
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum